O que pode ser catarro constante na garganta?

Pigarro, gosto ruim na boca e sensação de algo preso ao engolir podem ser sinais de que você está com catarro constante na garganta.

Essa condição, na realidade, significa que há excesso de muco nasal sendo produzido e ele escorre para a faringe. Pode acontecer durante as alergias respiratórias do inverno, ao consumir certos alimentos e pelo tabagismo.

Nas próximas linhas, você vai saber o que pode provocar esse exagero na produção de muco e como evitar que isso aconteça. 

Maiores causas de catarro constante na garganta

O muco nasal, ou catarro, hidrata as vias aéreas, filtra alérgenos e protege os órgãos mais importantes do sistema respiratório: os pulmões.

Ele é feito de água, sais minerais, proteínas e compostos químicos orgânicos. 

Mas pode ter sua composição, quantidade, coloração e odor alterados diante de quadros inflamatórios e outros problemas de saúde. 

A secreção esbranquiçada, por exemplo, indica alergias, inflamações ou infecções. Caso o tom seja amarelado, é mais indicativo de um processo bacteriano, como a sinusite. Já se houver presença de sangue, significa muito esforço para escarrar ou evolução para certas doenças, como pneumonia e tuberculose.

Na maioria das vezes, ele se torna espesso e pode escorrer para a faringe, causando a sensação frequente de catarro na garganta. 

Veja o que pode causar essa mudança nos aspectos do muco nasal:

Desidratação

Ao ingerir menos água, uma vez que o catarro também é composto dela, ele naturalmente fica mais denso. Então se você sente pigarro frequente na garganta, tente se hidratar mais para afinar esse muco.

Infecções virais ou bacterianas

A sinusite ocasionada por infecção bacteriana é uma das razões mais comuns do muco nasal em excesso.

Os seios posteriores da face drenam para a rinofaringe. Logo, se há inflamação e catarro se acumulando nessa região, também poderá ser drenado para a garganta.

Alergias

Reações alérgicas nas vias aéreas também podem estimular a produção de catarro. 

Na rinite alérgica, por exemplo, que pode ser ocasionada por pó, poluição concentrada no tempo frio ou pólen, pode haver excesso de muco escorrendo para a garganta.

Refluxo gastroesofágico

É um diagnóstico importante, associado à sensação de muco na garganta. Nesse tipo de refluxo, ocorre o retorno do conteúdo ácido do estômago para o esôfago, atingindo também a laringe e a faringe.  

Tabagismo

Os componentes da fumaça do cigarro são tóxicos e irritantes para a mucosa das vias aéreas. Devido à inflamação crônica nessas estruturas, a produção de catarro aumenta e isso contribui bastante para as infecções respiratórias típicas nos fumantes. 

Dicas para evitar esse incômodo

Ter excesso de muco com frequência, certamente, afeta a qualidade de vida. Mas há medidas simples que você pode fazer para proteger suas vias aéreas, como:

Beba bastante água

A hidratação é a recomendação mais simples possível — e também a mais benéfica. Seu corpo, como um todo, agradece e a qualidade do muco melhora.

Faça lavagem nasal

Principalmente para quem já tem catarro crônico, vale a pena fazer uma limpeza nasal em torno de duas vezes por dia. Coloque soro fisiológico 0,9% em um jato, spray ou seringa, injete em uma narina e deixe sair pela outra. E vice-versa.

Evite alimentos alergênicos

Evite alimentos alergênicos que podem desencadear o excesso de catarro. Não é difícil substituir, veja exemplos:

  • leite de aveia ou de coco no lugar do leite animal;
  • pasta de farinha de linhaça ou grão de bico no lugar do ovo;
  • farinha de arroz no lugar da farinha de trigo.

Faça gargarejos com água e sal

Utilize água morna e sal e faça gargarejos na garganta, pois a mistura ajuda a dissolver o muco. Mas lembre-se de jamais engolir o líquido, já que ele desidrata e pode piorar esse excesso de catarro.

Uma vez que o excesso de muco esteja mais fino, tente escarrá-lo. Se não conseguir, pode engoli-lo, mas sua excreção para fora do organismo será mais lenta.

Ter catarro constante na garganta não é normal. Se você já possui o diagnóstico de sinusite crônica ou refluxo, procure atendimento. Do contrário, basta seguir algumas recomendações para combater o excesso de muco. 

Gostou do conteúdo? Então aproveite e conheça nossas dicas também pelo Instagram e Facebook!

3.5 4 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários