Por que a garganta fica ressecada no frio e como aliviar

A temperatura amena do inverno agrada muita gente, mas o tempo seco não. O vapor de água em menor quantidade na atmosfera junto com uma concentração maior da poluição pode causar alguns problemas, como a garganta ressecada, e tornar a estação mais fria não tão agradável assim. 

Mas quem já adota cuidados com o corpo provavelmente não sofre esses impactos. É o caso de quem bebe a quantidade de água adequada diariamente, tem uma alimentação equilibrada etc.

Leia, a seguir, como aliviar a garganta ressecada e outros sintomas que aparecem no tempo seco.

Por que a garganta se torna ressecada no tempo frio e seco

Há um conjunto de fatores que levam ao ressecamento da garganta durante o inverno, como:

Redução na ingestão de água com consequente espessamento da saliva

A maioria das pessoas só bebe água quando sente sede, ou seja, no verão, quanto estão suando. Mas, beber menos água, além de todos os malefícios, também significa deixar a saliva mais espessa — incapaz de umedecer adequadamente a garganta e a boca.

Alergias e inflamação

Uma concentração maior de poluentes, poeira e mofo — bem possível de ocorrer no inverno — pode desencadear reações alérgicas. Essas reações aumentam a produção de muco e causam inflamação, que torna a área da garganta ressecada (além da coriza, congestão nasal, entre outros). 

Resfriados e gripe

A maioria das infecções virais respiratórias também cursam com a garganta seca. Alguns medicamentos isentos de prescrição médica, para resfriado, podem ajudar. Porém, se houver febre alta, tosse e fadiga que dura semanas, procure um médico.

Refluxo

Os hábitos de tomar bebidas quentes, ingerir alimentos mais gordurosos e salgados em maior quantidade — compulsão, muitas vezes, estimulada pelo ócio — agravados pelo costume de ficar deitado podem causar ou piorar o refluxo. Assim, a mucosa da garganta fica vulnerável ao ácido estomacal.

Álcool e cigarro

Quem gosta de tomar bebida alcoólica, como vinho, e fumar mais, durante esse tempo frio, também pode ter maiores riscos de ficar com a garganta seca. Indiretamente, as substâncias também prejudicam a produção de muco, responsável pela limpeza da via aérea.

Por último, um fator muito importante, mas que não está relacionado ao inverno, é a apneia do sono. Nessa doença, o paciente respira muito pouco (ou nada) durante a noite e, por isso, acorda com a garganta ressecada. Qualquer suspeita dessa condição, também indica a necessidade de consulta com um especialista.

Como aliviar a sensação de garganta seca

Algumas consequências dessa estação são inevitáveis. A redução da umidade, por exemplo, pode deixar os brônquios (estruturas pulmonares) mais fechados, o que reduz o fluxo do sangue para o pulmão e sobrecarrega o coração. 

O tempo seco também pode tornar o sangue mais denso, aumentar o risco de entupimento dos vasos e favorecer quadros mais sérios, como o Acidente Vascular Cerebral.

Por isso, é importante tomar alguns cuidados para evitar ou amenizar os efeitos do tempo seco. O que for evitável, por meio de bons hábitos, é bem-vindo. Veja o que fazer:

Beba mais água

A medida mais importante é beber água, uma vez que um organismo hidratado tem todas as suas funções melhoradas. Adicionalmente, durante as refeições, priorize frutas com alto teor de água (como melão e laranja) e evite alimentos salgados.

Utilize umidificadores

Se você tem um aparelho umidificador, ligue-o por 3 a 4 horas por dia. Ao passar disso, você pode propiciar o surgimento de fungos no ambiente. 

Um balde de água, ou toalhas molhadas, também pode servir. Mas para fazer efeito, deixe-o a noite toda no ambiente.

Cuide das vias aéreas como um todo

Cuide das outras áreas também, além da garganta, pois tudo está relacionado. Aplique soro nas narinas e utilize inaladores. Para os olhos, pingue colírios lubrificantes. 

Evite se exercitar nos horários mais secos

O exercício físico entre às 10 e às 16h, ao ar livre, deve ser evitado. Nesse intervalo de tempo, ocorre um pico na concentração de poluentes.

Dessa forma, não precisa de muito esforço para evitar e aliviar a garganta ressecada pelo tempo frio. Porém, fique atento a sinais mais sérios, como gripe e garganta seca à noite, pois podem indicar a necessidade de atendimento médico. 

Se este conteúdo ajudou, continue conferindo dicas de saúde no inverno com este artigo.

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários