Zumbido no ouvido: entenda suas causas e como tratar

O zumbido no ouvido, quando é passageiro, raramente demanda atendimento médico. O que é diferente dos chiados constantes, que incomodam e realmente comprometem a qualidade de vida do indivíduo.

Um artigo de 2018 publicado na Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica estima que 5 a 15% da população tem a percepção de som, nos ouvidos ou na cabeça, sem que haja a produção sonora por uma fonte externa — toques, cliques, assobios e pulsações. 

Além disso, as causas desse problema são diversas: desde doenças no ouvido ao tabagismo.

Este conteúdo abordará o que é o zumbido no ouvido e como funciona o tratamento. Leia mais! 

O que é e o que causa zumbido no ouvido

Este sintoma é um dos mais intrigantes da otorrinolaringologia. Seu aparecimento pode estar relacionado a inflamações e alterações bioquímicas no ouvido, devido a lesões nas células sensoriais. Contudo, pessoas normais podem conviver com o zumbido, assim como pacientes surdos podem não ter esse problema. Confuso, não é mesmo?

O fato é que, por mais irrelevante que os sons pareçam ser, diante de sintomas mais graves como a própria perda de audição, os zumbidos no ouvido afetam o sono, a concentração, o equilíbrio emocional, as atividades profissionais e a vida social. 

Causas do zumbido no ouvido

  • Ouvido externo

Acúmulo de cera e otite externa são acometimentos na região mais exterior do ouvido que podem levar ao zumbido. Além disso, quem escuta música em um volume excessivo e/ou trabalha em ambientes barulhentos, como fábricas, podem ter o chiado, inclusive associado à PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído).

  • Ouvido médio

A otite média, mais comum em crianças, e a otosclerose, que é um crescimento anormal de tecido ósseo no ouvido, também podem levar aos zumbidos. A perda auditiva, sobretudo a relacionada ao envelhecimento, é outro fator causal e pode ocorrer também no ouvido interno.

  • Ouvido interno

Schwanoma vestibular, tumor nos nervos do ouvido, e Doença de Ménière, distúrbio no ouvido interno são exemplos de doenças otológicas que também podem culminar nos chiados. 

  • Outras causas

Anomalias vasculares, câncer na nasofaringe, espasmos dos músculos (mioclonia) e maus hábitos, como o tabagismo e o excesso de sal na dieta, também são fatores causais do chiado no ouvido.

Como tratar o zumbido 

O zumbido no ouvido não tem cura, mas existem tratamentos promissores. Veja quais são:

Aparelhos auditivos

Os aparelhos amplificam o som e tornam o zumbido menos perceptível. Mesmo que não exista nenhum grau de perda auditiva, há aparelhos apropriados exclusivamente para a estimulação acústica, no modo gerador de som. Para quem já tem algum grau de surdez, utiliza-se o modo misto, que supre o zumbido e a perda da audição.

Terapia sonora

O audiologista, especialista da área da fonoaudiologia, realiza a terapia sonora com ou sem os aparelhos amplificadores. A terapia funciona por meio da transmissão de um som ao centro auditivo, o paciente foca nesse som e, assim, reduz sua percepção do zumbido, com a sensação de alívio. 

Terapia cognitiva comportamental (TCC)

Pelo fato de o zumbido no ouvido causar, geralmente, alterações emocionais, esta terapia também é uma modalidade de tratamento. Este componente emocional, inclusive, pode estimular o sistema nervoso simpático e aumentar a percepção do som, por isso a TCC é tão relevante. A terapia combina técnicas de relaxamento, clareza dos pensamentos e habituação a situações psicossociais, para que o paciente passe a ignorar o zumbido.

Acupuntura

Embora careça de um volume suficiente de evidências científicas, a aplicação das agulhas finas e indolores é válida porque alivia o sintoma, é segura, tem um baixo custo e não traz efeitos adversos aos pacientes.

Administração de antioxidantes

Como existe a teoria de que o zumbido ocorre por inflamação e acúmulo de radicais livres, antioxidantes como as vitaminas do complexo B podem ajudar no tratamento. Além disso, doces, cafeína e nicotina podem ser gatilhos para o chiado no ouvido, então evitá-los pode ajudar também.

Dessa maneira, o zumbido no ouvido ainda é uma condição de saúde pouco elucidada, mas conta com várias opções para o seu alívio. Se você tiver zumbido e ele persistir por mais de um dia, busque atendimento médico.
O conteúdo ajudou? Aproveite e escolha a unidade Oto Grupo mais próxima para marcar hoje sua consulta!

0 0 voto
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários